quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Lista: melhores álbuns de 2008 (internacional)

Enfim, minha lista dos melhores álbuns de 2008 (internacionais). Infelizmente fico devendo os 5 melhores nacionais, confesso que não acompanhei com atenção o mercado musical brazuca, em decorrência disso creio que minha lista ficaria bastante incompleta, para não dizer injusta. Devo apenas citar alguns que me chamaram atenção, como o Estandarte do Skank, a estréia da Mallu Magalhães, Artista Igual Pedreiro do Macaco Bong e Labiata do Lenine, além de A Redenção dos Corpos do Violins, que apesar de não ter o mesmo brilho do Tribunal Surdo, é um bom álbum.

Voltando aos gringos, no ano recém-terminado não fui "pego" pelo hype. Sem qualquer tipo de birra, tanto que na lista que fiz de 2007 o Klaxons ocupou o 4º lugar. Em 2008 porém, MGMT e Vampire Weekend não me convenceram, acho as duas bandas até simpáticas, mas nada além disso.

Outro ponto a ser destacado é minha total falta de entendimento sobre a exaltação ao Dear Science do TV on the Radio, acho o álbum anterior deles até bacana, mas esse, que figurou posições de destaque em diversas listas, definitivamente não me desceu.

Deixo menções honrosas ao debut do Little Joy, a grande volta do Oasis, ao dançante Perfect Symmetry do Keane, ao Coldplay e alguns outros que não me recordo agora.

Para terminar devo relembrar o óbvio: listas são totalmente subjetivas, a intenção é provocar o questionamento e a curiosidade mesmo, dito isso, deixe seu comentário. Vamos a lista.



1 - Third - Portishead
Sublime. Esta é a palavra que melhor define esse atentado sonoro do Portishead. Um álbum de classe. A voz de Beth Gibbons continua sexy e cortante capitaneando os pesadelos harmônicos da banda.

Top 3:
Nylon Smile
The RIP
Machine Gun



2 - Only by the Night - Kings of Leon
Nada como mudar para melhor. O southern rock dos primeiros álbuns foi definitivamente trocado por uma sonoridade moderna mas enraizada, empolgante mas profunda, enfim, ouça a voz de bêbado de Caleb Followill e tire suas conclusões.

Top 3:
Sex on Fire
Use Somebody
Manhattan



3 - Dig! Lazarus! Dig - Nick Cave and the Bad Seeds
A influência do garageiro Grinderman é nítida no mais recente trabalho de Cave. Está tudo lá: sacanagem, surrealismo, experimentalismo e aquela mesma voz de deixar qualquer crooner morrendo de inveja.

Top 3:
Dig Lazarus Dig
Lie Down Here (And Be My Girl)
Midnight Man



4 - Fleet Foxes - Fleet Foxes
Belíssimos arranjos vocais e melodias tiradas de um mundo hippie. é Beach Boys com Simon e Garfunkel e Arcade Fire. Essa sim uma grande revelação de 2008.

Top 3:
White Winter Hymnal
Tiger Mountain Peasant Song
He Doesn't Know Why



5 - Accelerate - R.E.M.
Depois de álbuns valorizando as baladas, muito boas por sinal, a banda de Michael Stipe volta com um gás digno de iniciantes. Nos faz lembra do Monster, ou seja, mudou mas continuou sendo o essencial R.E.M. de sempre.

Top 3:
Supernatural Superserious
Living Well is the Best Revenge
Hollow Man

2 comentários:

Diego Assunção disse...

Nick Cave, badass!

Márcio Anix disse...

E ae Dudu
curti o post eim, comecarei a usar o blog como fonte para conhecer "novas" bandas....Mas acho q vc tem capacidade para fazer uma lista de álbuns nacional....poa, como assim não acompnanhou o cenário nacional em 2008....e aqueles álbuns do Victor e Léo, Fernando e Sorocaba, que você comprou????? rsrsrsrs